Cordeiro:

uma carne nobre, rica em sabor e em benefícios à saúde

O sabor da carne de cordeiro é apreciado em todo o mundo, mas foi na culinária francesa que ele adquiriu ares de nobreza. O clássico corte “carré à francesa” (foto) é um dos pratos mais pedidos em qualquer lugar do planeta quando o assunto é cordeiro, seguido de perto pelo pernil, outro corte clássico deste tipo de gado. 

Mas além de saborosa, esta carne tem um valor alimentício e nutricional muito pouco difundido. Saiba mais lendo o texto logo abaixo.

Proteína da Carne de Cordeiro

Como outros tipos de carne, a Carne do cordeiro é composto principalmente de proteína. O teor de proteína magra do cordeiro cozido geralmente é 25-26%. A carne de cordeiro é uma fonte de proteína de alta qualidade  e contém todos os aminoácidos essenciais necessários para o crescimento e manutenção do corpo. Por esta razão, comendo cordeiro, ou outros tipos de carne, pode ser especialmente benéfico para fisiculturistas, atletas e pacientes pós – cirúrgicos em recuperação. Simplificando, comer carne promove uma nutrição ideal, sempre que o tecido muscular precisa ser reconstituído ou trabalhado.

 

Gordura da Carne de Cordeiro

O cordeiro contém uma quantidade variável ​​de gordura, dependendo do nível do corte e da dieta do animal, idade, sexo e alimentação. O teor de gordura pode variar entre 17-21%. Ela é composta de gorduras saturadas e monoinsaturadas em quantidades aproximadamente iguais. A gordura do cordeiro (sebo) geralmente contém níveis ligeiramente mais elevados de gordura saturada do que a carne bovina e suína. A ingestão de gordura saturada tem sido considerada um fator de risco para doenças cardíacas, mas muitos dos novos estudos não encontraram qualquer ligação.

 

Gorduras Trans Ruminantes

O sebo do cordeiro contém uma família de gorduras trans, conhecidas como gorduras trans ruminantes. Ao contrário das gorduras trans encontradas nos alimentos processados, as gorduras trans ruminantes são consideradas benéficas para a saúde. A gordura trans ruminante mais comum é o ácido linoléico conjugado (CLA). Em comparação com outras carnes de ruminantes, como a carne de bovino, a carne de cordeiro contém a maior quantidade de ácido linoléico conjugado, que tem sido associado com vários benefícios para a saúde, tais como a massa de gordura corporal reduzida. Porém, as grandes quantidades encontradas em suplementos podem ter efeitos adversos para a saúde metabólica.

Vitaminas e Minerais

O cordeiro é uma fonte rica em muitas vitaminas e minerais. Abaixo estão as mais abundantes:

Vitamina B12

Importante para a formação do sangue e a função do cérebro, a vitamina B12 é encontrada apenas em alimentos de origem animal e está ausente nas dietas vegan. A deficiência de vitamina B12 pode causar anemia e danos neurológicos.

Selênio

A carne é muitas vezes uma fonte rica em selênio, embora isto dependa da origem alimentação do animal. O selênio tem várias funções importantes no corpo.

Zinco

Encontrado em grande quantidade no cordeiro, o zinco é geralmente muito melhor absorvido a partir da carne do que das plantas. É um mineral essencial, importante para o crescimento e a formação hormonal, tais como a insulina e a testosterona.

Niacina

Também chamado de vitamina B3, a niacina serve para uma variedade de funções importantes no corpo. A ingestão inadequada de niacina tem sido associada ao aumento do risco da doença cardíaca.

Fósforo

Encontrado na maioria dos alimentos, o fósforo é essencial para o crescimento e manutenção do corpo.

Ferro

Cordeiro é uma rica fonte de ferro, em sua maioria, na forma de ferro heme, que é altamente bio disponível e é absorvido de forma mais eficiente do que o ferro não heme encontrada nas plantas.

Além destes, o cordeiro contém um número de outras vitaminas e minerais em quantidades inferiores. De sódio (sal) que pode ser particularmente alto em alguns produtos processados a partir da carne do cordeiro, como o cordeiro curado.

Zoonutrientes

Além de vitaminas e minerais, a carne contém um número de nutrientes antioxidantes e bioactivos que possam afetar a saúde.

Creatina: Encontrado em altas quantidades na carne , a creatina é essencial como fonte de energia para os músculos . Suplementos de creatina são populares entre os fisiculturistas e pode ser benéfico para o crescimento e manutenção muscular.

Taurina: Um aminoácido antioxidante, encontrado no peixe e carne. Ele é formado no nosso próprio corpo e pode ser benéfico para o coração e os músculos.

Glutationa: Um antioxidante, presente em grande quantidade na carne. A carne dos animais alimentados com capim é particularmente rica em glutationa.

Ácido linoléico conjugado (CLA): Uma família de gorduras trans ruminantes que podem ter vários efeitos benéficos à saúde quando consumidos em quantidades normais de alimentos, tais como cordeiro, carne e produtos lácteos.

Colesterol: Um esterol encontrado na maioria dos alimentos de origem animal. O colesterol dietético não tem efeitos significativos sobre os níveis de colesterol no sangue. Como resultado, não é considerado como um problema de saúde.

 

Benefícios Saudáveis do Cordeiro

Como uma rica fonte de vitaminas, minerais e proteínas de alta qualidade, o cordeiro pode ser um excelente componente de uma dieta saudável

Leve mais saúde e sabor à mesa do seu estabelecimento

Já está na hora de oferecer aos seus clientes uma carne que além de deliciosa é muito mais saudável